Pra que serve um MBA?

A escolha por fazer um MBA é uma daquelas decisões que fazemos após muito refletir e planejar cuidadosamente.  Um MBA integral em uma das melhores escolas de negócios do mundo pode custar algo entre US$30mil e US$200mil, dependendo da duração e do local do programa, tornando-o uma qualificação que poucos escolhem ter.

Quando se olha para a lista dos ‘prós’ e ‘contras’ sobre matricular-se num programa desses, um ponto importante a se levar em consideração é o constante crescimento da demanda do mercado de empregos por profissionais com um MBA.  Entre 2015 e 2016, oportunidades para alunos de MBA cresceu 13% no mundo, e a média de crescimento anual tem sido em torno de 15% desde 1990, de acordo com os relatórios anuais da QS.

É sempre útil entender por que alguns executivos escolhem um MBA ao invés de ouro tipo de educação para os negócios ou qualificação profissional.  Por isso, para ajudá-lo na sua lista pró-MBA irei enumerar 7 das razões mais comuns que levam profissionais a escolherem um MBA, baseado em no QS Applicant Survey.

  1. Crescimento de carreira ou mudança de carreira

Não é novidade que a maioria dos candidatos a um MBA querem subir na carreira.  Mais de 63% dos entrevistados pela pesquisa QS disseram que esta é a principal razão, com 58% deles buscando assumir um cargo de gerencia ou liderança imediatamente após o MBA.

A mudança de carreira através do MBA também parece ser uma tendência que vem crescendo.  De um lado, 40% dos entrevistados afirmaram que desejam, através do MBA, mudar a indústria em que trabalham, seu cargo, local de trabalho ou então uma combinação destes três fatores.  Um médico, por exemplo, pode buscar um MBA para atuar menos e passar a administrar em um nível sênior.  Outro em finanças corporativas pode usar seu MBA para mudar para banco de investimento.

Em casos onde a economia ou os negócios estão com dificuldades (tipo o Brasil) a qualificação de MBA dá aos alunos mais flexibilidade e maiores leques de oportunidade.  Isso pode ser uma explicação para o porquê de 2 em casa 5 MBAs repentinamente mudam de carreira após graduarem, de acordo com o relatório do GMAC de 2017.

  1. Adquirir novas habilidades

O diploma de MBA vem sofrendo algumas transformações ao longo das últimas décadas a medida em que as melhores escolas de negócios recriam seus currículos para adequá-los ao conteúdo exigido pelos empregadores e pela economia global.  No passado, a qualificação de um MBA tendia a focar em habilidades tangíveis e análises quantitativas em áreas tais como operações se finanças, formando alunos ‘teimosamente focados em dados’, segundo Ed Batista, coach executivo e palestrante na Stanford Graduate School of Business, uma das 5 melhores escolas de negócios do mundo.

Hoje, 4 habilidades em que os maiores empregadores de MBA procuram são: relacionamento interpessoal, liderança, pensamento estratégico e habilidade de comunicação.  Para os 59% dos candidatos que disseram que queriam aprender novas habilidades, é importante saber que são as melhores escolas de negócios que focam no que é relevante e requisitado.  Formandos de MBA atuais estão mais bem equipados para assumir cargos de liderança, de comunicação e estratégicos, pois eles desenvolveram estas habilidades intangíveis.

  1. Aumento do salário e Retorno sobre o investimento (MBA ROI)

Todos querem um retorno sobre o investimento, no entanto, menos de um terço dos entrevistados citaram o aumento salarial como razão primária para se fazer um MBA. “O salário ainda é um fator importante, pois os alunos querem ter retorno sobre seus investimentos, mas valores pessoas vem primeiro.  Pessoas querem trabalhar para empresas que admirar e com a qual compartilhem valores” disse Isabella Pinucci, coordenadora de serviços de carreira na da Bocconi School of Management.

Calcular o Retorno sobre o Investimento não é alto trivial, pois o cálculo leva em conta diversos fatores tais como o salário deixado de ganhar no emprego anterior e o custo do MBA versus o salário que você irá receber após a graduação.

A grande maioria dos formados recebem um salário superior pós-MBA de acordo com a pesquisa QS2015 em Retorno sobre investimentos em MBAs.  Na América do Norte, por exemplo, formados recuperam o custo de seus estudos integrais após um período de 44 meses em média.  Na Europa, onde os programas costumam durar metade do tempo dos Americanos, este número cai para 30 meses.  Com base na análise extensa conduzida pela QS o aumento salarial mediano para alunos integrais na Europa é de 84% enquanto que na América do Norte é de 75%.

  1. Empreender

Aproximadamente 31% dos candidatos escolheram o MBA pois estão pensando em abrir seu próprio negócio e gostariam de desenvolver suas habilidades empreendedoras para lançar seus projetos com confiança.  Especializações em empreendedorismo são oferecidas por diversas das melhores escolas e cada vez mais essas instituições vem cirando ambientes e hubs de inovação e startups onde especialistas podem apoiar e guiar o aluno e onde seus colegas podem ajudá-lo a desenvolver suas ideias.  Uma das histórias de maior sucesso no MBA hoje é a de William Shu: graduou em Wharton em 2012 e montou seu negócio de entrega de comida (Deliveroo) em 2013.  Hoje a companhia está avaliada em mais de US$1bilhão.

  1. Acesso à uma extensa rede profissional e de escolas de negócios

Metade dos candidatos incluíram o crescimento de suas redes profissionais entre as razões primárias para se aplicar para um MBA.  Estima-se que 85% dos empregos atualmente são preenchidos através de networking.  A maioria, senão todas as escolas promovem o tamanho de suas turmas e de suas redes de contatos e usam isto para vender seus cursos.  Naturalmente, quanto mais elite a escola, mais prestigiosa é a rede.

  1. A chance de fazer a diferença dentro da sua organização

Existem empresas e organizações que estão dispostas a bancar os custos do MBA de seus empregados.  Programas de meio-período, online ou executivos (veja nossos guias) permitem aos alunos trabalharem e estudarem ao mesmo tempo.  Muito do que se aprende na sala de aula pode ser imediatamente aplicado no ambiente de trabalho, permitindo que candidatos causem um impacto nas operações do negócio logo quando começam o curso.

É claro que nem todos os alunos que querem fazer uma diferença são patrocinados pela empresa.  Uma qualificação de MBA pode ser um meio de conseguir uma promoção, ou desenvolver e aprimorar uma especialização a fim de acelerar o crescimento do negócio.

  1. O valor educativo do MBA e o autodesenvolvimento

O autodesenvolvimento bem como o valor educativo de um MBA é importante para a maioria de nós.  De acordo com a pesquisa da QS eles são o que levam 28% das pessoas a um MBA.  O MBA não; e apenas uma qualificação no papel, é uma experiência completa para o estudante; as habilidades e informações adquiridas, as pessoas e professores conhecidos, relacionamentos e conhecimento que podem alavancar uma carreira no curto prazo e que contribuirão para o sucesso ao longo da vida.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s