Cinco mitos sobre os esportes universitários

 

 

winners

Provavelmente, todo estudante sabe que a prática de esportes no currículo, especialmente em níveis semi ou profissional, pode aumentar significativamente as chances de ser aceito na universidade dos sonhos. Mas, chegando lá, o que acontece? Em muitos casos, os alunos ficam tão ocupados com os estudos, projetos e vida social que acabam deixando o esporte de lado durante a faculdade. No entanto, o desporto na universidade pode ajudar tremendamente a construir uma visão de mundo, a se autodesenvolver, a criar de redes de contatos, e a dar início a uma carreira profissional. Ainda acha que o esporte não é a sua praia? Confira cinco mitos comuns ligados ao tema – e como os descontruímos.

  1. Só se joga futebol na universidade

A maioria dos estudantes só considera meia dúzia de modalidades – entre os quais o futebol (sempre) e basquete –, praticando de vez em quando durante a graduação. No entanto, existem muitas outras possibilidades à escolha. Por exemplo, ao se analisar as Universíadas (junção das palavras Universidade e Olimpíadas, em livre tradução), a lista de esportes pode ultrapassar 20 na edição de verão, e 12 na de inverno. E que tal ginástica rítmica ou artística? Ou ainda judô ou tênis de mesa?

Se a universidade representa novas experiências, pessoas diferentes e crescimento pessoal, então, estar envolvido em diversas atividades esportivas é uma excelente maneira de englobar tudo isso.

 

  1. Tem que investir muito dinheiro para ser bem-sucedido

É fácil se envolver em competições? Geralmente, a resposta é não, porque existe uma ideia de que é preciso anos e anos de dedicação e treinamento para começar a chegar perto de um desempenho semiprofissional, ou centros de excelência com instalações de alto nível.

A verdade é que muitos esportes realmente demandam seriedade e longos períodos de treinamento para se chegar a uma competição. Ainda assim, há muitas atividades em que os estudantes podem ter sucesso mesmo sem treinadores caríssimos ou superestruturas. Por exemplo, muitos dos alunos da Al Farabi Kazahk National University (KazNU – Cazaquistão) têm acesso a campos de treinamento bem comuns, e já levaram cinco medalhas de ouro na mais recente edição de verão das Universíadas – o maior número de medalhas já obtido por atletas do Cazaquistão em uma edição do evento, e talvez também um dos maiores resultados de uma universidade no mundo. Ao total, 94 estudantes do país participaram dos Jogos, o que significa quase o dobro da delegação enviada da última vez.

 

  1. Não existe a menor chance de ganhar

Para quem busca glória para se manter motivado, é bom pensar bem antes de escolher uma modalidade a seguir na universidade. O ideal é começar testando a maior quantidade possível delas, para confirmar qual permite o máximo desenvolvimento de habilidades e aproveitamento de características, para depois descobrir quais são populares na instituição escolhida para estudar.

Por um lado, escolher um esporte popular dá a chance de contribuir para uma atividade importante para a comunidade estudantil. Por outro, optar por algo menos usual significa enfrentar menos competição e ter mais chances de chegar ao topo do pódio. Por exemplo, uma estudante da KazNU conquistou três medalhas de ouro no atletismo, modalidade onde se mostrava realmente competitiva. Claro, mesmo que não se ganhe medalhas, há a melhoria da saúde, do desenvolvimento do foco, e de bons hábitos para o resto da vida.

 

  1. Não há tempo para esporte na faculdade

Dentre as milhares de desculpas que estudantes encontram para não praticar atividades físicas na universidade, as três mais comuns são falta de tempo, falta de recursos e dificuldades para treinar. É preciso desconstruir estes pontos.

A falta de tempo é realmente algo importante, mas menos do que parece em um primeiro momento. Quando se analisa a divisão do tempo, a maioria dos alunos tende a considerar que o relacionamento é algo demorado, especialmente quando a intenção é profissional. No entanto, participar em esportes universitários é um dos modos mais eficazes de construir uma rede de relacionamentos. Então, por que não redistribuir tempo no bar por ida a eventos esportivos? É claro que, em determinado ponto, o esporte leva a pessoa a ter que superar limites e investir pesado em treinamento, mas colegas e contatos sempre dão muito valor a quem se esforça e empreende, e isso conta pontos também no mercado de trabalho. Portanto, o tempo investido em esportes universitários é garantia de retorno de investimento, em vários sentidos.

 

  1. Esportes universitários são muito caros

A falta de recursos é uma realidade para muitos estudantes, assim como para muitas instituições. No entanto, é possível resolver essa questão de duas formas: primeiro, recrutando amigos e dividindo os custos. Segundo, procurando por bolsas de estudo ou patrocínios. Há diversas bolsas, e muitos patrocinadores estão prontos para garantir oportunidades a entusiastas do esporte, especialmente jovens. Geralmente, eles também são entusiastas, e podem agregar valor à rede de contatos.

Encontrar um esporte e trabalhar para ser o melhor nele é algo bom – mas há mais. Em um quadro geral, ainda é possível mobilizar família, amigos e colegas em torno da modalidade, tornando-os fãs e apoiadores. Unir as pessoas desta forma é desenvolver habilidades pessoais e profissionais que são tão valiosas quanto uma medalha de ouro.

 

Querendo saber mais sobre esportes na universidade? Participe de nossos eventos e bata uma bola com representantes das mais renomadas instituições internacionais!

Feiras de MBA

09-03 WMT Sao Paulo 300x53309-03 C121 Sao Paulo 300x53309-01 C121 Curitiba 300x53308-30 C121 Belo Horizonte 300x533

08-27 C121 Rio 300x533

 

 

 

 

 

 

 

Feiras de Mestrado

09-05 WGST Sao Paulo 300x53309-03 - WGST Salvador 300x53308-31 WGST Brasilia 300x53308-29 - WGST Rio 300x533

 

 

 

 

 

 

 

 

Feira de Graduação

09-04 WUT Sao Paulo 300x53308-27 WUT Rio 300x533

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s