Onde estudaram os indicados ao Oscar deste ano?

Um mês se passou desde que a cerimônia do Oscar premiou os melhores da indústria cinematográfica. Logo após a premiação, foi intensa a publicação acerca dos vencedores, dos vestidos e ternos escolhidos na festa, dos hábitos e falas dos participantes. Mas se você, assim como nós, ficou curioso de descobrir onde, afinal de contas, os nomeados ao prêmio estudaram, este post é para você.

Eddie Redmayne

Este versátil ator britânico, vencedor do Oscar de 2015, é um exemplo perfeito de ator que se destacou também no mundo acadêmico. Redmayne estudou na prestigiosa escola para garotos Eton College, graduando-se em 2003 depois de cursar História da Arte na Trinity College, uma das faculdades da Universidade de Cambridge. Este ano teve sua segunda indicação ao Oscar como papel principal masculino, desta vez pelo filme A Garota Dinamarquesa (The Danish Girl).

Redmayne estudou na Trinity College, Univ de Camridge

Redmayne estudou na Trinity College, Univ de Cambridge

Matt Damon

Considerado um “bom garoto” de Hollywood, Matt Damon estudou na Universidade de Harvard (turma de 1992), abandonando seu curso antes da graduação para atuar no papel principal do filme Geronimo: uma lenda americana (Geronimo: An American Legend). Enquanto estava em Harvard, em uma das tarefas para o curso de criação de roteiro, desenvolveu um esboço do se tornou o roteiro do filme Good Will Hunting (Gênio Indomável), o filme que o destacou como um dos mais promissores talentos, dando-lhe seu primeiro Oscar por Melhor Roteiro. Em 2013, ele foi premiado com a medalha Harvard Arts.

Damon ingressou na Harvard, mas não se formou.

Damon ingressou na Harvard, mas não se formou.

Cate Blanchett

Vencedora duas vezes do prêmio Oscar, a atriz australiana Cate Blanchett foi nomeada novamente este ano pelo filme Carol. Tendo abandonado a universidade, estudou Economia e Artes Cênicas na Universidade de Melbourne por um ano, antes de sair viajando pelo mundo. Depois de retornar à Austrália, ela cursou o National Institute of Dramatic Art (NIDA), um instituto/faculdade com excelência no ensino de artes dramáticas. O intuito era finalmente seguir a carreira de atuação, o que ela tem feito desde aquela época.

Cate Blanchett desistiu da universidade para viajar. Mas graduou-se quando voltou à Austrália.

Cate Blanchett desistiu da universidade para viajar. Mas graduou-se quando voltou à Austrália.

 

Tom Hardy

Apesar de ter uma carreira ativa desde 2001, o ator britânico Tom Hardy despertou a atenção internacional apenas com o filme A Origem (Inception), de 2010. Desde então, ele tem atraído os holofotes, estrelando filmes como O Espião que Sabia Demais (Tinker Tailor Soldier Spy), Os Infratores (Lawless)Legend. 2016 tem começado bem para o ator, já que ele recebeu sua primeira indicação ao Oscar como ator coadjuvante por seu papel em O Regresso (The Revenant). Além disso, o filme Mad Max: Estrada da Fúria (Mad Max: Fury Road), no qual ele interpreta o papel principal, também recebeu incríveis 10 indicações ao prêmio, incluindo de “Melhor Filme” e “Melhor Diretor”. E onde todo este potencial começou a se desenvolver? Hardy estudou na Richmond Drama School (Grande Londres), cursando Método de Atuação no Drama Centre London (Universidade de Artes de Londres).

O ator inglês estudou método de encenação na Universidade de Artes de Londres

O ator inglês estudou método de encenação na Universidade de Artes de Londres

Rachel McAdams

A atriz canadense Rachel McAdams ganhou destaque em 2004 quando fez Meninas Malvadas (mean Girls). Depois disso, teve algum sucesso com Penetras Bons de Bico (Wedding Crashers), Sherlock Holmes e Para Sempre (The Vow). No entanto, o reconhecimento artístico veio somente este ano com sua indicação ao oscar de atriz coadjuvante enquanto reporter do Boston Globe, no filme Spotlight – Segredos Revelados. Mas você sabia que McAdmans conquistou seu Bacharelado em Belas Artes com distinção em 2001 pela York University (Toronto)? Agora sabe.

A York University viu McAdams formar-se com distinção.

A York University viu McAdams formar-se com distinção.

Alejandro Gonzalez Iñarritu

O diretor mexicano favorito de todos os tempos, Alejandro González Iñarritu, venceu o prêmio de melhor diretor no ano passado pelo filme Birdman e confirmou a preferência, ganhando novamente a estatueta pelo filme O Regresso. Nascido na Cidade do México em 1963, Iñarritu sempre teve uma paixão por música e artes vistuais desde criança. Depois de viajar por alguns anos enquanto um jovem adulto, ele voltou à Cidade do México para graduar-se em Comunicação pela Universidade Iberoamericana.

O diretor mexicano estudou comunicação na Universidad Iberoamericana.

O diretor mexicano estudou comunicação na Universidad Iberoamericana.

George Miller

O diretor e produtor australiano George Miller estreiou na direção com Mad Max, em 1979, trabalhando nas sequências Mad Max 2 (1981) e Mad Max Além da Cúpula do Trovão (1985). Três décadas depois, é o responsável pelo quarto filme da franquia, o que lhe rendeu 2 indicações – de melhor diretor e melhor fotografia. Embora Mad Max: Estrada da Fúria não tenha conseguido o prêmio em nenhuma destas categorias, faturou a maior parte das estatuetas da noite em um recorde de 6, fazendo jus ao trabalho deste produtor. Mas antes de enveredar pelo caminho cinematográfico, Miller estudou MEDICINA na Universidade de New South Wales (Austrália) e nunca exerceu sua profissão de médico. Irônico, não?

Miller dirigiu e produziu todos os filmes da série Mad Max.

Miller dirigiu e produziu todos os filmes da série Mad Max.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s