Quer estudar na Austrália? Veja o relato apaixonado de um advogado que fez seu mestrado na Universidade de Sydney

Você quer estudar na Austrália? Não podemos dizer que isto seja exatamente uma surpresa. Estudantes do mundo inteiro pensam nas praias, churrascos, cerveja gelada, mar azul… e é verdade que você vai encontrar tudo isto! Mas também é verdade que o sistema de ensino superior australiano é impressionante.

Para se ter uma idéia, no Ranking de Universidades da QS, as universidades australianas só ficam atrás das universidades dos Estados Unidos e Reino Unido, que possuem uma população maior e, portanto, mais instituições de ensino superior. Dentre as 100 melhores universidades do mundo, 7 são australianas e 26 universidades do país ficam entre as 700 melhores.

As universidades da Austrália são cosmopolitas, oferecem cursos de ótima qualidade e possuem um ambiente amigável e de excelente qualidade de vida. Uma delas é a Universidade de Sydney, que ocupa a 37ª posição do nosso ranking de melhores do mundo.

A Universidade de Sydney é uma universidade pública, que foi fundada em 1850, sendo a primeira da Austrália. É hoje uma das mais renomadas do país e já teve entre seus alunos 7 ganhadores do prêmio nobel e 6 primeiros ministros australianos. Seu campus é considerado um dos mais bonitos do mundo e abriga 16 faculdades e escolas, que oferecem cursos de graduação, mestrado e doutorado para quase 50,000 alunos por ano.

A Universidade de Sidnei tem um dos campus mais bonitos do mundo e tem sido muito importante para a história do país (Image: Facebook oficial)

A Universidade de Sidnei tem um dos campus mais bonitos do mundo e tem sido muito importante para a história do país (Image: Facebook oficial)

Não é por menos que a experiência do advogado brasileiro Mauro Cerqueira Sanzi, 32 anos, com a Universidade foi apaixonante. Veja a seguir seu relato:

“Meu nome é Mauro Cerqueira Sanzi, tenho 32 anos, sou advogado. Em 2010 completei o meu mestrado em Direito Internacional pela Universidade de Sydney. Atualmente sou sócio administrador do GRUPO ESCRIBA – LEGAL CARE, onde atuo no departamento jurídico, assessorando empresas em diversas áreas, inclusive empresas internacionais com atividades no Brasil.

A decisão de estudar fora e a escolha pela Austrália englobaram uma série de fatores e acasos. O que eu agradeço a Deus todos os dias!

Tudo começou quando em 2008 minha esposa, na época minha namorada, decidiu estudar inglês na Austrália. Ela ficaria um ano estudando e eu a visitaria nas férias, em julho. Comecei a planejar as nossas férias já em março, decidindo onde iriamos, o que visitaríamos e acrescentei também um passeio na Nova Zelândia. Fechei uma viagem sem ter a mínima ideia que conheceria pessoas de diversas partes do mundo neste grupo! Pessoas estas que também seriam fundamentais na minha decisão de estudar na Austrália.

Encontramos com o grupo em Sydney e começamos a fazer amizade. Éramos os únicos brasileiros. A minha esposa já estava com o seu nível de inglês bem apurado, o que facilitou bastante a nossa comunicação. O passeio seria de 15 dias na Austrália e 7 dias na Nova Zelândia. Na Austrália seguiríamos de Sydney pela costa até Cairns. Ainda nos primeiros dias, quando passávamos uma tarde em Hunter Valley, eu já havia escutado diversas histórias de várias pessoas do grupo. Pessoas que estavam viajando durante um ano, passeando pelo mundo, me contando coisas que eu nem imaginava que existia. Em especial um casal que fizemos amizade. Martin e Cristina. Ele holandês e ela italiana. Martin tinha acabado de terminar o seu mestrado na Austrália e estava passeando. Me contou da sua experiência e eu fiquei fascinado. 

Mauro foi visitar a namorada na época (hoje, sua esposa) que estudava inglês na Austrália. Nem chegou a voltar das férias.

Mauro foi visitar a namorada na época (hoje, sua esposa) que estudava inglês na Austrália. Nem chegou a voltar das férias.

Naquela noite, sem sono por conta do fuso horário, eu passei a madrugada pensando e, antes de amanhecer, perguntei para a minha esposa: O que eu preciso para ficar aqui? Foi uma surpresa para ela! Naquela noite conversamos e decidimos o nosso futuro. Eu nem iria voltar para casa! Ficaria até concluir um mestrado!

Após decidir que ficaria na Austrália e faria um mestrado, começou a pesquisa de onde, qual curso, e como fazer para ficar. Primeiro comecei a pesquisar o visto. Não poderia dar entrada no visto na Austrália e, foi aí que a viagem para a Nova Zelândia veio mesmo a calhar. Eu daria a entrada no visto pela Nova Zelândia durante o período que estivesse por lá.

Meu inglês ainda não estava no nível para fazer um mestrado, portanto iria ficar um tempo estudando inglês para depois aplicar para o mestrado. Estudei durante um ano até ficar confiante para fazer o teste IELTS. Durante esse período pesquisei as universidades e me interessei pela Sydney University. Descobri que era uma das mais conceituadas do mundo, inclusive em direito. Visitei o campus e fiquei maravilhado. Decidi: É aqui que eu quero fazer o mestrado! Fiz o teste e consegui a nota necessária para passar.

Decidi pelo Mestrado em Direito Internacional. Aprendi coisas valiosíssimas durante o curso. Em especial como pensar de forma crítica. As aulas são ricas em discussões e o material de apoio fornece ao aluno várias visões sobre as matérias. Para quem gosta de estudar, é uma experiência única!

Antes de entrar para o mestrado, Mauro aperfeiçoou seu inglês e pequisou o curso. Escolheu a Universidade de Sydney depois que descobriu que era uma das mais conceituadas do mundo, inclusive em direito.

Antes de entrar para o mestrado, Mauro aperfeiçoou seu inglês e pequisou o curso. Escolheu a Universidade de Sydney depois que descobriu que era uma das mais conceituadas do mundo, inclusive em direito.

Em uma determinada aula da matéria “ethics, law and war”, o professor pediu voluntários para fazer um debate. Eu ainda não estava muito confiante com o meu nível de inglês, mas pensei: Já que estou aqui do outro lado do mundo vou aproveitar ao máximo! Me voluntariei para fazer parte do debate. O tema era: a pratica da tortura para conseguir informações em um cenário anti-terrorista. Dois grupos de três pessoas, um grupo seria a favor da prática da tortura para conseguir informações e o outro grupo seria contra. O interessante era que o professor ia sortear qual grupo seria a favor e qual contra, independente da nossa convicção. Sempre fui e continuo sendo contra a pratica de tortura, mas pelo destino o meu grupo ficou com a tarefa de defender a tortura. Tínhamos duas semanas para preparar os nossos argumentos. Na véspera estava bem ansioso, afinal, iria pela primeira vez, sustentar uma tese em nível de mestrado em inglês. Graças a deus perdemos o debate, mas a sensação de ter participado, contribuído e ter seguido com o debate durante toda a aula foi indescritível.

Durante a nossa estada na Austrália minha esposa e eu conhecemos o mundo! Fomos para as Ilhas Fiji, Malásia, Bali. Fizemos um safari pela África do Sul, Namíbia, Botsuana e Zimbábue. Conhecemos a Tailândia e Vietnã. Passamos por Dubai e claro, viajamos por toda a terra do Canguru. Não teria feito nada disso se não tivesse decidido, naquela noite em Hunter Valley, em ficar na Austrália.

As maiores lições que aprendi na Austrália? Aproveitar ao máximo! Existe um mundo inteiro lá fora do Brasil, completamente diferente do que temos aqui e incrivelmente fascinante. Posso dizer que o período que passei na Austrália foi the time of my life!

Anúncios

13 comentários sobre “Quer estudar na Austrália? Veja o relato apaixonado de um advogado que fez seu mestrado na Universidade de Sydney

  1. Pingback: Bolsas de estudo na Austrália, do programa Endeavour e da Universidade de Sydney, têm inscrições até junho | Estudos Internacionais

  2. Amei seu depoimento! Era bem o q estava procurando ouvir.
    Voce nao relatou nada sobre preços, poderia me dar alguma informação? Acha que tem como conseguir uma bolsa para fazer o mestrado lá? Poderia me direcionar q caminho devo iniciar a percorrer para conseguir.
    Obrigada
    Mercia

    • Olá Mercia,

      O Mauro apenas deixou o depoimento dele para o nosso blog enquanto estudante da universidade de Sydney. Posso passar os contatos dele por email para você. 🙂 Vou avisar ele antes.

      Obrigada por ler. Também achei a experiência dele genial! 🙂
      Abraço,
      Carolina

  3. Carol! Td bem??
    Tambem gostaria de saber sobre os custos desse período na Australia. ELE conseguiu trabalhar lá?
    Se ele autorizar, tambem gostaria do email.
    obrigada!

  4. Oi Carol, estou interessada no programa Endeavour Scholarships and Fellowships, mais especificamente um mestrado na área de direito internacional, estava procurando para qual universidade deveria aplicar, foi quando li o depoimento do Mauro e fiquei entusiasmada em estudar na Universidade de Sydney. Você poderia me passar o contato dele (Mauro) assim como o contato do responsável pelo departamento da universidade. Muito obrigada.

  5. Olá !! Gostaria se fosse possível ter o contato dele, pois eu e meu marido estamos indo para lá em breve e estou com algumas dúvidas a respeito de cursar um mestrado lá. Grata.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s