A Diáspora Brasileira – Fugir do Brasil ?

leave123Continuar seus estudos em outro país é atrativo por si só, o fato de viver em um país diferente e ter contato com uma cultura nova podem ser vistos em si como motivos suficientes para ir ao exterior.
Podemos mencionar também o fato de que obter um diploma internacional abre as portas do mercado mundial permitindo que se trabalhe em qualquer lugar do mundo com um salário respeitável.
No Brasil há universidades com ótima reputação e com parcerias internacionais , a questão maior seria mesmo a experiência no exterior que faz imensa diferença em qualquer CV.
Além disso, podemos identificar um aumento no desejo de se deixar o país por outros motivos. O descontentamento da juventude com o patria mãe já não pode ser ignorado.
A qualidade de vida no Brasil não avança ao mesmo passo da economia , alias não há sinais de que a qualidade de vida melhore em nenhum sentido.
Nas grandes capitais , que são o reduto da população mais intelectual , a violência atinje níveis inaceitáveis, o sistema de transporte público é falho e insuficiente, e, para piorar o quadro, o custo de vida é cada vez mais alto sendo algumas vezes mais barato estudar e viver no exterior. Os últimos dados da inflação não mostram esperança de melhora neste sentido tão pouco .
Resumindo, viver no Brasil não é fácil. Históricamente o Brasil é um país exportador de mão de obra .
Desde os anos 1980, quando hiperinflação, desemprego e baixos salários impulsionaram a primeira grande leva de emigrantes a deixar o Brasil em busca de oportunidades no exterior, milhões de brasileiros rumaram para países como EUA, Inglaterra, Portugal, Espanha, Itália e Japão.
Em todos os países mencionados acima há comunidades de brasileiros sendo que já há famílias na segunda geração migratória.
Este tema é abordado no livro Goodbye, Brazil: Émigrés from the Land of Soccer and Samba, que acaba de ser lançado nos EUA pela antropóloga americana Maxine Margolis e deve chegar ao mercado brasileiro no segundo semestre, com o título Goodbye, Brasil: Emigrantes Brasileiros no Mundo.
Interessante notar que Maxime chama os emigrantes brasileiros de invisíveis pois , ao contrário de outros grupos como por exemplo os Coreanos, os brasileiros não se organizam em associações, outro dado a ressaltar é que a maioria dos imigrantes brasileiros ainda se encontra em situação ilegal no exterior.
Ainda é incerto, segundo a pesquisadora , qual será o futuro das novas gerações de brasileiros imigrantes que nascendo em outro país possuem pouco conhecimento da terra de seus pais e devido ao fato de seus pais estarem em situação ilegal nunca tiveram a chance nem mesmo de visitar as terras tupiniquins.
A tendência continua , há pessoas de diferentes classes e níveis educacionais que tentam deixar o país a cada ano e , mesmo com uma melhora do quadro economico , será difícil inverter a balaça caso a qualidade de vida não seja melhorada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s