Como escolher a melhor escola no exterior – by Vinicius da Guarda Vieira

questionEstudar no exterior é uma decisão a ser tomada após a análise de vários fatores, pois ocasiona
uma mudança total no estilo de vida em um ou dois anos. Afinal exige viver em um país
possivelmente com língua e cultura diferente. Já analisaram os rankings anuais (como
“BusinessWeek”, “The Economist”, “The Wall Street Journal” e “Financial Times”) das escolas
lideres nos cursos de sua preferência? Geralmente, as escolas líderes são as norte-americanas,
seguidas das europeias, canadenses e australianas. E, assim, pode surgir a dúvida: Como
escolher entre as escolas que fornecem o mesmo curso? Sem sombra de dúvida, um
importante aspecto a considerar é o fator custo.
Entre os grandes centros as diferenças de custo podem ser significativas na sua decisão.
Sabidamente, as norte-americanas Harvard, Kellogg e Wharton são referências pela tradição e
pelo reconhecimento, mas a concorrência das francesas Insead e HEC, da espanhola Esade, da
holandesa Erasmus e das canadenses Queen’s e Toronto devem ser consideradas em sua
escolha. Nos EUA os estudantes arcam com altas taxas e custo mensal de vida em torno de
US$900, segundo The MBA Tour – Grupo especializado na realização de feiras de MBA. Nos
demais, o grupo estima uma faixa de gastos de US$ 500 por mês em Roterdã (Holanda) e US$
250 para Melbourne (Austrália). Logo, avalie suas condições e verifique onde seu perfil se
encaixe mais adequadamente.
Porém, outros fatores devem ser considerados além do custo. O perfil do curso deve ser
levado em consideração, pois há grandes centros com programas específicos por área de
atuação. Engenharia, tecnologia, ciência, marketing, gestão executiva, finanças são exemplos.
Assim, verifique!
Além destes, a possibilidade de ampliação global do seu networking deve ser considerado. É
sabido que a diversidade cultural (medida pela quantidade de estrangeiros) dos centros
europeus é maior em comparação à norte-americana. Em algumas escolas, o percentual chega
a ser o dobro. Que tal? Isto pode permitir você criar uma extensa rede de contatos com maior
amplitude global.
Outro fator importante, considerado por quase todos os especialistas, é a necessidade de
buscar um MBA no exterior que esteja disponibilizado por uma das 20 ou 30 principais escolas.
Caso contrário, opte pelos bons MBAs do Brasil como Fundação Dom Cabral, FGV e Ibmec.
Assim, como forma de auxiliá-los na escolha, observe o quadro abaixo com um comparativo:
EUA
Maiores possibilidades/oportunidades póscurso
Maior tempo disponível aos estudos
Maior reconhecimento do mercado

EUROPA/ CANADÁ/ AUSTRÁLIA
Taxas anuais e custo de vida mensal mais baixo, com exceção de Londres
Geralmente os cursos possuem uma duração menor (1 – 1,5 anos)

Se você está buscando essas e outras informações, aproveite o evento a ser realizado no Rio
de Janeiro, no dia 16 de setembro. Acessem o site aqui
ou a página do facebook: https://www.facebook.com/topmastersbrasil. Lá você encontrará
todas as informações necessárias sobre o evento, como participar e as escolas que estarão
presentes. Surpreenda-se! A oportunidade pode estar em suas mãos. Boa Sorte!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s